Você sabia que não existe alimento ruim?

Bulimia e suas consequências
junho 18, 2017
O que é Vigorexia, como acontece e qual melhor tratamento
agosto 21, 2017
Exibir tudo

 

A nutrição tradicional prioriza sem dúvida a alimentação biológica onde os nutrientes e suas respectivas funções no organismo são a base para a elaboração de diretrizes e servem como parâmetros para planejar cardápios visando suprir as necessidades “orgânicas” do corpo tal como nutrir adequadamente as células evitando assim faltas ou excessos de nutrientes; o problema é que não comemos somente por questões biológicas e tentar “controlar” a ingestão alimentar sem considerar as questões culturais e emocionais é sem dúvida sugerir que somos apenas racionais.

A alimentação faz parte da expressão cultural de uma região e devemos respeitar essas diversidades entre povos e culturas, nosso hábito alimentar também é fruto do meio onde vivemos, das frutas e verduras existentes na região, das fontes de proteínas presentes em cada local e da situação social de cada família, não podemos ter a pretensão de “ditar” o que é bom ou ruim para ser ingerido sem analisar o contexto de cada individuo.

Um exemplo é a banha de porco que pode ser vista como fonte de gordura saturada e com isso fazer mal para a saúde por aumentar o colesterol, portanto deve ser evitada, ou podemos enxergar a banha de porco como alimento rico em cultura e historicamente usado em preparações típicas como as Alheiras e Sarapatel (Portugal), Goulash (Hungria) e Ensaïmada (países catalães), o que faz com que o alimento tenha uma forte ligação com a cultura da região e, portanto é visto como algo bom a ser preservado.

Comer é algo pessoal e criamos vínculos emocionais com os alimentos, sugiro uma reflexão em como estamos nos relacionando com a comida, ao invés de proibir ou rotular como ruim o consumo de um determinado alimento, precisamos reaprender a utilizar os nossos instintos básicos de “fome” e “saciedade” e buscar identificar “como” estamos comendo.

 

Boa semana,

 

Dra. Camilla Meizler – Nutricionista e Life coach.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *